Ibepac

Instituto Brasileiro de Estudos Politicos, Administrativos e Constuticionais

Esportes

Tênis de mesa: Hugo Calderano cai para astro chinês em Singapura


Logo Agência Brasil

O brasileiro Hugo Calderano foi eliminado nas semifinais do Grand Smash Singapura, um dos quatro principais torneios do circuito mundial de tênis de mesa. Na final deste sábado (18), o fluminense não resistiu ao chinês Ma Long, tricampeão mundial e bicampeão olímpico, sendo derrotado por quatro sets a um, com parciais de 6/11, 6/11, 4/11, 11/8 e 8/11.

Número 5 do ranking da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF, sigla em inglês), Calderano venceu quatro jogos antes de encarar Ma Long, segundo do mundo, nas semifinais. Ele estreou vencendo o sul-coreano Cho Seungmin (57º) por três sets a dois. Em seguida, bateu o japonês Yukiya Uda (20º) por três a um. Nas oitavas de final, superou o esloveno Darko Jorgic (10º) pelo mesmo placar. Nas quartas de final, eliminou o nigeriano Quadri Aruna (14º) por quatro sets a zero. O fluminense foi o único mesatenista não chinês entre os quatro melhores do torneio.

Notícias relacionadas:

A derrota para Ma Long encerrou uma sequência de 20 vitórias seguidas de Calderano em competições internacionais, sendo 14 na atual temporada. Ele havia emplacado dez triunfos consecutivos com as conquistas das etapas de Durban (África do Sul) e Doha (Catar), antes da sequência em Singapura. O brasileiro já havia vencido os seis últimos compromissos de 2022, pelo Campeonato Pan-Americano da modalidade.

Prata na Itália

No tênis de mesa paralímpico, os brasileiros Paulo Salmin e Israel Stroh ficaram com a medalha de prata na final de duplas masculinas do Aberto da Itália, disputado na cidade de Lignano Sabbiadoro. Na decisão da classe MD14 (mesatenistas andantes com comprometimento na locomoção), a parceria não resistiu aos franceses Clement Berthier e Esteban Herrault, que ganharam por três sets a dois, parciais de 10/12, 11/8, 9/11, 11/9 e 5/11.

O Brasil já havia garantido seis medalhas nas disputas individuais do Aberto da Itália. Sophia Kelmer (classe oito) e Bruna Alexandre (classe dez) conquistaram o ouro, enquanto Joyce Oliveira (classe 4) e Paulo Salmin (classe 7) foram prata e Marliane Santos e Thaís Severo (ambas classe 3) ficaram com o bronze.

Share this post

%d blogueiros gostam disto: