CORREGEDORIA DO TJ GOIANO MANDA AFASTAR INTERINO

Tribunal de Justiça de Goiás vem lutando para regularizar a situação das serventias extrajudiciais vagas; foi, inclusive, um dos poucos a instituir processo seletivo para escolha de interinos a quem não fosse preposto de cartório devido à inexistência de interessados ao exercício da respondência em comarcas de pequeno movimento e arrecadação ínfima. Para a ativista de direitos humanos #Juliana Gomes Antonangelo, da #Rede Pelicano Brasil de Direitos Humanos e #IBEPAC, o TJ goiano trabalha arduamente na realização de concurso para preenchimento de serventias vagas. Enquanto isso, o corregedor-geral da Justiça do Estado desembargador Nicomedes Domingos Borges, determinou o imediato afastamento e a revogação da interinidade do responsável pelo expediente do Tabelionato de Notas do distrito judiciário de Professor Jamil, da comarca de Cromínia.

Considera-se que Nicomedes foi ponderado e criterioso em sua decisão, que apontou, entre outras falhas, a ausência de repasse ao Tribunal de Justiça do excedente de teto remuneratório constitucional entre janeiro de 2015 e dezembro de 2018.

A decisão está dando pano pra manga.  

Fonte – https://redepelicano.com/2021/07/28/corregedoria-do-tj-goiano-manda-afastar-interino/

%d blogueiros gostam disto: